terça-feira, 12 de setembro de 2006

Açores

Então surgiram as ilhas luminosas
De um azul tão puro e tão violento
Que excedia o fulgor do firmamento
Navegado por garças milagrosas
E extinguiram-se em nós memória e tempo
Sophia de Mello Breyner

3 comentários:

Rute disse...

Ler a Sophia é sempre inspirador. E a foto é linda.

Beijinho

Badala disse...

A fotografia é linda e a cor fantástica.

Crepúsculo disse...

passei por aqui e adorei.

Parabéns pela ideia