segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Odes e céu de Inverno



Cada coisa a seu tempo tem seu tempo.
Não florescem no inverno os arvoredos,
Nem pela primavera
Têm branco frio os campos.

(...)
Ricardo Reis

3 comentários:

josé luís disse...

:)

Sara disse...

Essas fotografias cheiram-me a manhã, tão bonitas.

Beijinhos

Rosa disse...

Curiosamente, Sara, nenhuma delas foi tirada de manhã. Lembrei-me do poema da doce Helena Kolodi:

Para quem viaja ao encontro do sol,
É sempre madrugada.