quinta-feira, 26 de junho de 2008

A minha alma está parva!

Corylus avellana

A minha Avelaneira que nunca tinha dado Avelãs, está carregadinha! Uma vez que as Avelaneiras não se autopolinizam e que não existem mais Avelaneiras nas redondezas... Fica um mistério por resolver.

5 comentários:

gintoino disse...

O mesmo aconteceu com a minha pereira! Só existe mais uma pereira nas redondezas (tb minha) e n deu flor este ano. Pelo q sei tb n se autopolinizam, por isso... deve ser alguma revolução arquitectada pelas arvores! :-)

Manuel Anastácio disse...

Nunca leram "Em Busca do Tempo Perdido", pois não?... Não me lembro de qual volume... mas num, Marcel, sentado numa escada, pouco antes de descobrir que o engate entre seres humanos é muito mais frequente do que julgava na sua inocência, discorre sobre uma planta de flor exótica unissexual que será polinizada de forma "miraculosa". De facto, os grãos de pólen seguem por vias que a razão desconhece.

Jardineira aprendiz disse...

Dando largas à imaginação podemos pensar numa abelhinha carregada de pólen que foi aprisionada num qualquer veículo de mercadorias vindo de Trás-os-Montes, trazendo para Lisboa sabe-se lá o quê. A abelhinha esfomeada, depois de tantas horas fechada, quando liberta foi à procura de algo conhecido e aterrou nas flores de avelaneira...

Bem estou a romancear, claro, mas sabe-se lá :)

Rosa disse...

Manuel, também me parece que estes mistérios dizem apenas respeito à vida secreta das plantas, para complicar bastam as nossas vidas inperfeitas.
Jardineira, pelo que sei estas árvores não são polinizadas por abelhas,confiam apenas no vento.

Jardineira aprendiz disse...

Pois é, não me lembrei. Lá se vai o filme.