quinta-feira, 26 de novembro de 2009

O jardim nunca mais será o mesmo




(Este Sr. Sá Fernandes devia era ser zelador da moral e bons costumes do arvoredo)

3 comentários:

Tiago Taron disse...

Em direito aprendi uma teoria que pode explicar o abate das árvores que "cresceram mal". Diziam a teoria que se a pena retribui a culp e se a culpa é basicamente a possibilidade de cada um em agir de outra maneira, então os especialmente perigosos, porque cresceram em bairros violentos e degradado, aind que tivessem menos culpa no acto a punir (por terem menos liberdade que os utros), deveriam ser punidos por uma culpa anterior: a culpa na formação da personalidade. Também essas árvores acabaram abatidas, culpadas pelo sua má formação (dos troncos).

Anónimo disse...

!!! Quem verifica? quem acredita? que biólogos da "empresa"? que sanha é essa por todo o lado? Dá trabalho e despesa, não é? É preciso apresentar "resultados", não é?
Mas era o que lhes "dava a diferença", ó senhor sá tão esclarecido e zeloso. Já o outro dizia "E não se pode exterminá-los?"
A ver o que vai sair dali, uma pista de skates?
B

Flor disse...

porque não se podam apena s os galhos que cresceram "maus"???