terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Às vezes entra-se em casa com o Outono


Às vezes entra-se em casa com o outono
preso por um fio,
dorme-se então melhor,
mesmo o silêncio acaba por se calar.

Eugénio de andrade - «Branco no Branco», Limiar, Porto, 1984

1 comentário:

www.myla.persianblog.ir disse...

Hi, I just stop by to say how I enjoy looking at your photos and read English parts and poems. I find you frm Botany Photo of the Day on UBC botany site. Your choice of subjects(as far as I can understand!)and photos is great. Thank you for the great time.